sexta-feira, 23 de março de 2018

Ela estava ainda a aprender...


 

 A tentar desenvencilhar-se de si própria.
Não estava habituada.
Nunca lhe tinham ensinado a partilhar.
A partilhar-se.
Toda a sua vida tinha estado à margem dos outros.
De se dar.
Tinha vivido sempre na sua própria concha.
Mostrava apenas o estritamente essencial.
Não sabia que coisa era essa de dividir os sonhos e os medos com outra pessoa.
Nunca tinha partilhado uma mesma frequência de pensamento com alguém.
 Faltava-lhe a técnica.
Mas estava a aprender....

1 comentário:

  1. Olá. E o aprender/saber não ocupa lugar não é? Amei este texto que nos remete para a nossa própria reflexão.
    .
    Quer conferir?
    * ODAXELAGNIA:» Fetiche Sexual em Conceito de Prazer *
    .
    Beijinho

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.