quarta-feira, 7 de agosto de 2013


Ando cansada...
De sorrir, de manter a razão no comando, de ser gentil com todos, de tentar animar todas as pessoas a minha volta, de fazê-las sorrir.
Estou cansada de dar apoio, de ouvir e ser compreensiva.
Estou cansada de pensar, de analisar outras possibilidades, de buscar saídas e não permitir a mim mesma a tristeza e a decepção de não ter o que eu quero.
Estou cansada de segurar o choro, de me fazer de forte, de fingir que não preciso de um abraço todos os dias.
Estou cansada de tentar manter minha cabeça ocupada quando o que quero mesmo é chorar...
Mas já não consigo. Acho que já esgotei todas as lágrimas.
De vez em quando lá cai uma gota solitária, como eu…
Estou tão confusa que já nem sei como chorar esta dor que sinto.
Nem sei porque de repente sinto-me tão esgotada.
Só quero que alguém me envolva nos seus braços e me diga que vai ficar tudo bem, quero só que alguém que me prometa que eu não vou ficar sozinha.
Porque no fundo eu tenho medo desta solidão que me consome.
Já não quero mais discussões. Já nem me interessa saber se eu fiz algo errado.
Cansei-me de pedir desculpas...
Nunca ninguém me pede desculpa.
As pessoas nunca estão prontas para admitir os seus erros, nunca perguntam a si mesmas se a causa daquela dor foi algo que ela fez.
Quero dizer... Na verdade algumas  sentem-se culpadas por tudo e outras por nada.
O certo seria cada um olhar para si mesmo com a mesma justiça que julga os outros, coisa que nunca acontece.
E neste momento estou cansada de me sentir culpada por tudo, de ser sempre a errada.


13 comentários:

  1. Mau Maria!!! Cada vez "gosto" menos do que dizes! Estás-me a deixar preocupada a sério contigo! Precisas de ajuda animica para renovares as forças, que tal ires ao médico? Ás vezes não conseguimos tudo sozinhas, sabias?

    jinhosss (se precisares de falar sabes onde e como me encontrares, estou aqui!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Suri, isto passa... tudo passa, bem ou mal. O tempo cura tudo, beijinhos querida.

      Eliminar
  2. Oh Lírio :(

    Não gosto de te ler assim. Acho que percebo as tuas palavras, às vezes carregamos em nós todas as culpas do mundo, quando na realidade tudo fazemos para que tudo corresse bem... o ser humano é tão complicado, a nossa relação com os outros nem sempre é fácil, as pessoas esquecem-se ou não sabem por-se no lugar dos outros... mas em relação os outros não podemos mudar, mas em nós podemos, podemos olhar para dentro com sinceridade, e darmo-nos o devido valor, não importa estar certo ou errado cada vez mais acreito que nas relações humanas esses são conceitos hiper subjectivos. gostar de nós é o caminho, no fim é sempre connosco que acabamos.
    Não te posso dar um abraço, apenas posso dizer-te que continues a partilhar, ajuda a libertar.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou cansada Canca, a sério... cansada de dar, dar, e nunca receber :(
      Beijinhos e obrigada

      Eliminar
  3. Eu estou aqui para ti. O meu colo está aqui para ti. Os meus olhos, ouvidos e palavras, também :) Sozinha não ficas. Não tens que ter medo disso.
    Desabafa à vontade, só faz é bem. Permite-te ter um momento menos bom. Eu também tenho a mania de me fazer de forte. Mas lembra-te que somos apenas humanas :) Sofremos, caímos, mas também temos a capacidade de dar a volta. E tu vais dar. Custe o que custar, demore o tempo que demorar!
    Lembra-te Lírio (e agora vou fazer-te sorrir) O VARÃO É MEU E EU DOU AS VOLTAS QUE EU QUISER! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arrancaste-me um sorriso, de facto o varão é meu, só não sei se ainda consigo dar a volta...
      Beijinhos Ann, obrigada

      Eliminar

  4. Se precisares, estou aqui... e se continuares assim, mando-te um bolo do caco à cabeça, e um analgésico de poncha.

    Agora a sério, ser forte não é guardar tudo para si, não é estar para todos e não estar para si.

    Tens de pedir desculpas sim, mas a ti própria, por te privares de viver, de ser feliz.

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um analgésico de poncha não era mal pensado, podes vir junto?
      :)

      Beijinhos Ponchita

      Eliminar
  5. Oh Lirio aqui vai um abracinho daqueles carinhosos de amizade que estacam pensamentos e te façam sorrir. O meu sorriso hoje é teu aceita-o :).
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hummm soube tão bem o teu abracinho Sorriso... Só tu para me aconchegares :)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Não gosto de ver pessoas assim, especialmente tu.
    Acredito que passará esta fase menos boa e que voltes com as tuas brincadeiras!
    Quando leio os teus textos, revejo-me em momentos que já passei e outros que estão muito presentes.

    Abracinhos e beijinhos grandes. Smile. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim G. a brincadeira voltará um dia destes...
      Por agora liberto o que sinto.
      Beijinhos...

      Eliminar
  7. uhmmm.... miuda gira do meu coração....
    sabes...eu so me permito a mim mesma 2 dias por semana para estar triste.... tudo o resto é perda de tempo!!!
    beijooooooooooo enorme SIM!!!

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.