quinta-feira, 3 de abril de 2014



Sempre tive muito medo de estar sozinha, ficar sozinha, de ser sozinha…
Mas ao longo da vida descobri que a solidão é um estado de espírito, e do que eu tinha realmente medo era de perder as pessoas que amo. Só mais tarde descobri que me podia perder também, e que a vida é um círculo vicioso, mais dia, menos dia eu vou inevitavelmente esbarrar com a tão temida solidão.
Sempre  fui a favor de muitos amigos, muitos lugares, muitos livros, muitas músicas, família grande, telefones tocando, de mil coisas para fazer, de fazer girar o mundo, no fundo tinha medo de me sentir sozinha, não falo de estar sozinha, isso por vezes é natural, mas sentir-me sozinha… isso sim é tenebroso.
Porque sentir-me sozinha é não ter ninguém para ligar, estar sozinho é ligar para alguém e saber que do outro lado alguém vai atender.
Porque sentir-se sozinha é não ter amigos, estar sozinho é saber que temos amigos que correm para nos ajudar se precisarmos.
Sentir-se sozinha é engolir o choro, estar sozinha é saber que algures existe um ombro onde podes desabar… e por aí vai…
Talvez esta minha mania de escrever tudo o que me vai na alma seja o medo que eu tenho de me sentir sozinha. Talvez hoje eu escreva porque sei que alguns leitores me vão dar a sensação que não estou sozinha…
Vá-se lá saber… sobrou para vocês J


10 comentários:

  1. Não quero que te sintas sozinha!
    Chamaste?! Estou aqui para ti:)

    Bom dia minha flor:)

    jinhooooosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada minha linda Suri... beijinhos grandes

      Eliminar
  2. Não sei se é a atual:), mas de toidas as fotos que já vi tuas a cor de cabelo que tens nesta é a que mais te favorece;) na minha opinião. Adorei esta foto!:) jinhoooooosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto a penteados...já lhe tinha dito para dar um toque contemporâneo, porque aquilo cheirava a bafio. Se a foto for actual...sinto-me com direitos a receber ! :P

      Eliminar
    2. Merci Suri, sim é a mais recente.
      O que queres receber Bocagiano?

      Eliminar
  3. Andamos muito mimalhas... :p
    Pois!

    Beijossssssssss*********************

    ResponderEliminar
  4. Identifico-me com partes do texto porque toda a vida fui sozinho, andei sozinho e muitas vezes me senti sozinho.
    A minha vida de nómada também não ajuda nada mas com o tempo perdi o medo e habituei-me à solidão, habituei-me a aguentar-me sozinho sem ter ninguém por perto com quem desabafar ou para me dar apoio...custa um bocado mas sobrevive-se.

    ResponderEliminar
  5. Esse texto é perfeito!! Estou adorando o blog

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.