quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Mau feitio e coisas tais...



Normalmente não sentimos simpatia por pessoas com mau feitio, mas de alguma forma sentimos algo parecido com empatia.
Porque, mais tarde ou mais cedo, acabamos por lidar com pessoas com um carácter mais difícil. Ou temos alguém na família que é assim. Ou aquele amigo ou colega que tem bom coração, mas que temos de lidar de forma mais comedida... Faz parte.
E eu, uma pessoa muito simpática e sempre muito amiga, de quem eu tenho perfeita noção que é fácil gostar, não tenho o melhor feitio do mundo.
Sou explosiva, impulsiva, intempestiva e todas as coisas acabadas em -iva difíceis de controlar.
Sou a pessoa mais disponível do mundo para ajudar, mas não me pisem que rodo logo a baiana forte-e-feio!
Mas mais uma vez o belo do cliché: o tempo mudou-me um pouco.
Fez com que aprendesse a controlar-me. Ainda que há coisas que não consigo nem quero mudar... E uma delas é fingir que gosto de alguém quando não gosto. Não somos obrigados a gostar do mundo inteiro, certo, mas uma das coisas que sempre me custou imenso absorver era o porquê de certas pessoas, às quais jamais tinha feito algo de mal, não gostarem de mim. Porque se há coisa com a qual eu não sei viver é com a dúvida e com a injustiça... E se não gosto de alguém, tenho motivos para tal. Porque me magoou, porque me traiu, porque me mostrou um sorriso rasgado que escondia falsidade... Na verdade, se sei que alguém não gosta de mim, não me tira o sono, mas faz-me pensar.
E ao fim de tantos anos eu lá concluí. Foi tarde, mas foi. Concluí que há sempre um motivo para alguém não gostar de nós. Que não há o não gosto porque sim. Que não podemos detestar uma pessoa ao primeiro olhar. Porque hoje não vivo sem pessoas de quem não gostei à primeira vista e já perdi pessoas que amei de imediato.
Comigo? Simples. Sem pretensão. Quer na vida pessoal, quer na profissional, na grande maioria das vezes, não gosta de mim quem não me consegue vencer.

13 comentários:

  1. Lamento dizer-te que uma pessoa "explosiva, impulsiva, intempestiva e todas as coisas acabadas em -iva difíceis de controlar." é tudo menos "muito simpática" ou "fácil gostar" :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa agora... como assim???
      Eu sou boazinha tá?

      *de qualquer maneira... bem vindo por aqui. :)

      Eliminar
    2. As duas coisas são antagónicas.
      Eu também sou bonzinho, tenho é um feitio de merda :D

      Obrigado :)

      Eliminar
    3. Olha agora... o que as pessoas chamam de mau feitio pode ser personalidade vincada. Não deixo de ser boazinha :P

      welcome

      Eliminar
    4. Chama-lhe o que quiseres. O que é facto é que o mau feitio não ajuda a que gostem de nós à primeira vista.

      Eliminar
    5. Podem não gostar à primeira, mas... primeiro estranha-se, e depois entranha-se!

      Eliminar
  2. Nunca causo uma boa impressão à 1.ª vista! Sou uma gaja porreira e bem disposta, mas, não sei porquê, quem me conhece pela 1.ª vez acha-me altiva e com a mania que sou boa! As minhas melhores amizades começaram por me detestar, vê lá tu! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gente de personalidade vincada... mas não és do signo Leão, não?

      Eliminar
  3. Ainda te lembras da história que contei no meu cantinho do senhor que um dia me disse que eu à segunda vista até era boa pessoa?! É isso. Sempre que tocas neste tema leio-te como se me estivesse a ver ao espelho:) Bom dia minha flor:)

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.