segunda-feira, 6 de janeiro de 2014


Achar que a Passagem de Ano é sinónimo de mudança é ridículo. Fazer festa por isso é absurdo.
Mais um ano que passou, mas tudo o resto ficou.
A loiça suja à espera que alguém se digne a encaixa-la na máquina, a roupa toda a amontoar na tulha, a inspecção do carro por fazer, a revisão do ordenado que não chega, o gasóleo sempre a subir e o mau-feitio matinal sempre a piorar.
Não há milagres para 2014!

(Entretanto o mundo ficou mais pobre com o desaparecimento de Eusébio e Nelson Ned... que descansem em paz!) 

4 comentários:

  1. Possa....vou ali e já volto!! catano...
    isso é que é chegar...animada :)
    Beijo minha Flor

    ResponderEliminar
  2. Nunca ouvi tantas pessoas a desejar um bom ano como este ano! Penso que muitas pensam que tudo muda repentinamente, fazendo votos e mais votos par alcançar. Sinceramente acho isso uma treta!! Todos os dias temos que estar aptos para a mudança, para decisões. Não é só no início de um ano novo.
    O que me diz um novo ano? Que vou ficar mais velha... ;)
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  3. Um colher de mel e isso passa ;)

    bom dia "piquena"

    ResponderEliminar
  4. Tens toda a razão, ainda este fim-de-semana uma amiga comentava: "andamos nós a celebrar a continuação da crise e dos restantes problemas"...

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.