terça-feira, 21 de janeiro de 2014


Todos sentimos saudades…
Do que passou, do que ainda está por vir, e até do que nunca aconteceu.
Mas como podemos sentir saudades do que nunca existiu? Como pode alguém sentir saudades do que não viveu?
Estranho não é?... Mas é o que sinto hoje.
Uma saudade enorme dos sonhos que criei, das horas que imaginei, das histórias que inventei.
Hoje estou assim…
Querendo que o tempo vá para onde eu quero, onde ele nunca esteve.
Esta saudade que me paralisa vem de uma época que não vivi, de algo que nunca aconteceu, de fantasias que nunca se concretizaram.
Não entendo porque sinto saudades de um passado inventado, de um presente por viver.
Mas não se comanda o coração, ele consegue sempre levar-nos nas asas do nosso sonho mais recorrente…

2 comentários:

  1. Saudades do que não se viveu acontece, mas sabes esses são sempre idealizados e portanto tentamos que seja sempre de final e percurso feliz, o que nem sempre assim é...... A história não se escreve com ideais mas com realidades,agora uma coisa é certa, temos de ser autores da nossa própria história, seguir os teus sonhos e por isso se quiseres e puderes ...( porque também depende disso) volta atrás no tempo e terás a confirmação desse pedaço de história que julgas perdida . Nunca é tarde para recomeçar onde se ficou .
    Viver a pensar no condicional ...no "se" sem tentar concretizar... é só desgaste..Vá sonha,mas vive o sonho e sê feliz! .:)

    Beijinho Lirio e continuação de boa semana

    ResponderEliminar
  2. Sonhar é de certa forma viver antecipadamente...sim pode-se ter saudades do que se não viveu senão em sonho!!!
    bjs
    maria

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.