sexta-feira, 28 de março de 2014



Tenho um problema, se é que podemos chamá-lo assim, crio demasiadas expectativas. Sobre tudo, absolutamente tudo… Resultado:
Decepção.
Sou assim, completamente dependente das minhas expectativas loucas e indubitavelmente sentimentais.
São sentimentos que chegam do nada, uma vontade louca de abraçar o mundo, mas concluo que não consigo alcançar um terço do globo,  alimento qualquer sinal de luz no fundo do túnel , tenho esperança no sorriso alheio, porque acho que é algo que devia ser real. E assim caminho, juntando pedaços de mim espalhados por aí, perdidos pelas expectativas falhadas.
Viver assim é complicado, principalmente num mundo individualista como o nosso, cheio de gente correcta, realista e insuportavelmente coerente.  Gente que age como se fosse programada. Gente que não pensa com o coração, que não segue a intuição, que calcula o caminho a seguir…
Eu não!
Sou uma sonhadora, sempre sonhei… dormindo, acordada na fila para o autocarro, sonho sempre, crio expectativas que me alimentam, que me atropelam, que me empurram para uma causa maior que chamamos VIDA.


2 comentários:

  1. Uma foto com tanto sol e um texto cheio de chuva !! :)

    ResponderEliminar
  2. Eu estou tão "encadeado pela foto" que me esqueci de ler o texto!! :p
    (girassa, pahhhh!)

    Bom fim de semana!

    Beijosssssssssssssss*************************

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.