sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Memories...





A menina que eu fui nunca se perdeu no tempo,
ela permanece aconchegada à mulher
que me tornei.

7 comentários:

  1. E isso te torna uma menina-mulher especial:
    És menina e és mulher! Ou és uma mulher menina?
    Pois bem... caso-me com as duas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho dias... nem eu sei bem o que sou.
      Casa com as 2?? Isso é bigamia, pelo menos aqui em Portugal :)

      Eliminar
  2. és a segunda a contar da esquerda certo :-D

    Não mudaste nada rapariga. Continuas uma cachopa toda jeitosa.

    beijito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te escapa nada, bolas... sou mesmo, essa franguinha da esquerda. Ai os meus 17 anos...
      Obrigada meu menino, kisses

      Eliminar
  3. O Herman, lá tinha um sketch com o "mas eu sou uma criança", que nunca se perca isso, com conta, pesa e medida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ursinho :)
      O Herman sabe das coisas... tudo tem que ter peso e medida moderada.

      Eliminar
  4. Eichhhh...As sapatilhas brancas (e o que eu sonheo com umas!)...e as teens de hoje em dia a pensar que descobriram a pólvora! :)
    Tenho tantas saudades tuas rapariga:)

    Jinhoooooossss

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.