quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Nem sei que titulo dar a isto... devaneio ou profecia?



Existe qualquer coisa de enigmático que se esconde por detrás da falsa indiferença que ambos fazem questão de mostrar. 
Talvez no indizível dos pensamentos...
Fazem uma espécie de jogo de sedução, mortalmente perigoso e cuja única regra se impõe pelo silêncio que a rege e algo me diz que nenhum dos dois se atreverá a quebra-la, jamais!
Quando forem obrigados a permanecer frente a frente, sem terem para onde fugir, não terão outro remédio que não seja o de arriscar no jogo que servirá também para testar as suas resistências. 
Por isso, serão jogadores mudos até ao resto da vida, cientes de que nada mais haverá para ganhar, do que aquele momento tão desejado, além daquilo que todos os dias irão perdendo e que já conta desde o início, logo após o fim...
Será que terão coragem de trocar a amizade saudável que têm por uma leviandade, por um capricho, por um impulso, por uma paixão... e se algum dia ganharem, certamente que um dia o peso da perda será sempre maior do que o do ganho.

10 comentários:

  1. Lindo texto. Adorei :)))

    Beijinhos melados

    ResponderEliminar
  2. um sonho talvez.
    uma vontade lá guardadinha no fundo my Queen.
    Quando e se o momento chegar. Vais saber dar lhe nome.

    muito bom texto e muito bom o que nele vem :-)

    beijitos com vénia my Queen

    ResponderEliminar
  3. poderão eles somar algo mais à amizade?
    só saberão quando arriscarem e achas que a perda será maior que o ganho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se somará... pode diminuir...
      E arriscando pode perder-se o que já existe...
      Não concordas Ursinho?

      Eliminar
    2. pois, só existe uma maneira de saber.
      E esse maneira descobre-se, e aí concordo contigo, é um "all in" como se diz no poker

      Eliminar
  4. Quaisquer dos nomes fica bem à imagem. Lindo tema/poema
    .
    Beijinhos eróticos

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.