sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Porque há coisas que eu gostaria de ter escrito...


"Amanhã, amanhã faço aquilo que o hoje não deixou. Arranco-te de mim, rasgo-te em pedaços, piso-te, estrago-te e atiro-te para o lixo, amarrado com fios e arames e colado, peliculado, tudo o que for preciso para te conseguir esquecer.

Amanhã. Amanhã apago o teu nome dos meus diários, ou rasgo as páginas, ou posso até queimá-los! Rasgo e queimo as páginas uma a uma e fico ali, a vê-las arder e, vendo morrer a chama vermelha, potente e destemida até apenas sobrar uma casca negra e encarquilhada que o vento vem estragar, talvez perceba o quanto fomos nada e que nada mais há a fazer ou a esperar.

Amanhã. É amanhã que te esqueço, que te apago, que te tiro de mim.  Amanhã bem cedo, ainda antes do sol nascer, para começar o dia a sorrir sem o teu peso no meu coração. Amanhã. Amanhã que hoje ainda tenho medo. Não de te esquecer. Mas de não ser capaz." 

(Lazy Cat)

10 comentários:

  1. Magnífico texto...mas sabes amiga tenho para mim que não temos de nos esforçar por esquecer nada...os momentos que fomos felizes com alguém que depois nos decepciona permanecem momentos felizes isolados no tempo...sem quererem saber do que se passa depois....depois pode até vir um dia o esquecimento mas não de quem estava connosco nesses momentos mas daquela pessoa em que se tornou...Beijinhos e abraço forte!
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É... a vida é feita de momentos, uns pequenos outros grandiosos,mas acabam por fazer parte da nossa história, bom ou mau, são parte de nós.
      Beijinhos Maria

      Eliminar
  2. "Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje." :P

    Bjinhoooossss Marroquina !

    ResponderEliminar
  3. Amanhã podes fazer o que quiseres mas, por favor, não te ausentes mais...
    Beijinhos e bom fim-de-semana!
    :)))

    ResponderEliminar
  4. Tão bom saber que virão tantos outros amanhãs...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existirão sempre muitos amanhãs... podem ou não fazer parte da nossa vida. Bem vinda Branca

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.