segunda-feira, 15 de dezembro de 2014



Conhecer. Perguntar se tem Facebook e WhatsApp. 
Inspecionar fotos para ver se interessa. 
Combinar um café. Levar para a cama. 
Dizer “amo-te” passada uma semana. 
Terminar. Encontrar novo sujeito. 
Repetir processo...

O conceito de sedução, por estes dias que correm, resume-se a isto. 
E “isto” é tão, tão pouco e tão vazio.
O mundo anda cheio de pressa. 
Toda a gente joga ao Mata, e atira direito ao alvo. 
E eu gosto mesmo é de xadrez. Ninguém me entende.
Nada como um xeque-mate depois de um duelo renhido.

5 comentários:

  1. Faz a diferença essa postura !! Tens estrela Michelin. :)))
    Gosto.

    ResponderEliminar
  2. Creeeeeedo!!!! Isso é pior que TGV...espero que estejas a falar do mundo dos adultos, a minha esperança é que a minha mais velha faça parte de uma geração já com um pouco mais de cabeça...e com mais calma...senão este meu coração de mummy não vai aguentar....

    Bom dia minha flor;)

    ResponderEliminar
  3. Nesse ponto, os homens feios (categoria na qual me incluo!) saímos perdendo... Isso de mandar fotos para aprovação....soa-me como "pedido de reprovação..."

    Um Amor

    "Aproximei-me de ti; e tu, pegando-me na mão,
    puxaste-me para os teus olhos
    transparentes como o fundo do mar para os afogados.
    Depois, na rua, ainda apanhámos o crepúsculo.
    As luzes acendiam-se nos autocarros;
    um ar diferente inundava a cidade.
    Sentei-me nos degraus do cais, em silêncio.
    Lembro-me do som dos teus passos,
    uma respiração apressada, ou um princípio de lágrimas,
    e a tua figura luminosa atravessando a praça até desaparecer.
    Ainda ali fiquei algum tempo, isto é,
    o tempo suficiente para me aperceber de que, sem estares ali,
    continuavas ao meu lado. E ainda hoje me acompanha
    essa doente sensação que me deixaste como amada recordação. "
    Nuno Júdice, in "A Partilha dos Mitos"

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.