quinta-feira, 9 de março de 2017

Coisas minhas devidamente arrumadas






Percebemos que deixámos de amar alguém quando essa pessoa passa a ser indiferente ao nosso olhar...
quando olhamos para essa pessoa e já não sentimos absolutamente nada, nem uma réstia de amor, nem carinho, nem ódio, nem mágoa, nem rancor...apenas não sentimos...
mesmo vendo essa pessoa com uma outra pessoa a seu lado, não sentimos nada, aliás, até lhe desejamos o melhor, que seja feliz e que tenha tudo de bom... É uma sensação estranha... 
Fica a certeza de que, aos poucos, o passado começa a ficar arrumado de vez nas devidas gavetas...

8 comentários:

  1. Adorei... cada palavra...
    Assino por baixo.

    Beijão.

    ResponderEliminar
  2. Tudo arrumadinho?
    então siga para bingo.

    beijito

    ResponderEliminar
  3. Ah! Então aí pode ter a certeza de que esse amor já foi













    É isso mesmo!
    O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença.
    Um excelente fim-de-semana



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso mesmo... o ódio é um sentimento, a indiferença não.

      Eliminar
  4. é o que tenho mais medo na vida...voltar a ser assim...nada sentir, não deixar que nada me comova ou me toque cá dentro...mas este ser de 8 ou 80....


    bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é ficarmos frios em relação a tudo, é seleccionar o que não queremos :)

      Bom dia

      Eliminar

deixa a tua opinião...