segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Miau



Eu vivia no entusiasmo do nosso amor verdadeiro, e dizia-o orgulhosamente para que o ouvisses, expressava o que sentia de uma forma simples, natural e tradicional; usava recorrentemente um pomposo, baboso e gordo: AMO-TE. 
Tu percebias a palavra, encaixavas o abraço e respondias MIAU. 
- "MIAU"????? - mas tu não sabes dizer outra coisa? -"MIAU?" 
E, de facto, tu não sabias. Ficavas de olhos tristes na minha direção e baixavas o queixo, enquanto eu me resignava a tentar entender a tua reação. 
Os dias passavam e os meus "amo-tes" iam chocando de frente com os teus "miaus"; irritava-me não receber na mesmo moeda; eu já quase nem conseguia falar e tu nem chegavas a miar. 
Nervoso tentei pela última vez: 
- "AMO-TE".
- "MIAU" - respondeste. 
- Acabou. Vou-me embora. Se não me amas na mesma dose não há motivos para aqui estar. 
Desesperada continuaste: 
- "MIAU, MIAU, MIAU"... 
Nem quis ouvir. Saí porta fora e nunca mais voltei. 
O tempo passou e a vida lá me mostrou tudo aquilo que agora sei. 
Sempre te amei com intensidade, e tu sempre "miaste" na minha direção, o sentimento era igual, a forma de o expressar, essa sim, foi diferente. 
O amor não é o que se diz; o amor é o que se sente. 


Tristão de Andrade

8 comentários:

  1. Adorei o texto!! ... realmente o amor expressa-se de forma diferente já que, cada um, é isso mesmo um "diferente" entre iguais!!

    Fantástico o reconhecer que o Amor não é uma palavra dita mas um sentir! :)))

    Boa semana Lirio! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saudades tuas Sorriso, beijinhos e boa semana :)

      Eliminar
    2. Lirio ... foi bom ouvir isso, mas ficas a saber que, embora muito em silêncio, visito esta tua casinha assiduamente para saber de ti ..! .:))).

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Sim, ouvir sabe bem ouvir, mas temos de saber ler nas entrelinhas, afinal existem pessoas com dificuldade em se exprimir.

      Eliminar
  3. Pensei o mesmoooooo!!!
    Miau..... miaaaaauuuuuuuu..... Miiaaaaauuuu.. MIIIAAAUUUUUUU!

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.