sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Há certas manias que tenho de perder




Mania que sou forte
Mania que todos têm boas intenções, só porque eu também as tenho
Mania que tenho muitos amigos
Mania de dar tudo
Mania de chorar por tudo e por nada
Mania de gostar demasiado
Mania de achar que as desilusões não me magoam
Mania de dizer sempre o que penso, porque, na verdade, só eu sofro com isso
Mania de achar que a m&%$# dos amigos são Amigos
Mania de ter a mania que consigo mudar isto tudo.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Tenho quase a certeza que...




...em algum momento da minha vida eu iludi o destino.


... Só assim se justifica a maneira como ele me trata...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Coisas que eu gostaria de ter escrito...



Gostaria tanto de poder continuar a gostar de ti. É tão boa a sensação de gostarmos de quem se ama; tudo parece bem melhor, se o que fazemos é sentido. Gostar de quem amamos parece natural, por ser normal. Amo-te e amar-te-ei para sempre. O amor se o foi, jamais deixará de o ser. Mas já não gosto de ti. O amor, uma vez que acontece, para sempre permanece, mas gostar, quando sucede, não sabemos se é para sempre.
Gostar não é amar. Gostar é apreciar e simpatizar. É estimar e admirar. É dar-se bem porque nos faz sentir bem. Gostar é satisfação. É saborear.
E eu perdi isso por ti; deixei de gostar de ti. Amar sem gostar é como perder o paladar; sabemos que gostamos mas já não apreciamos. Deixar de gostar de quem se ama é amar sem saborear. Amar sem gostar é como termos uma má lembrança numa boa memória. Deixei de gostar das tuas atitudes, deixei de apreciar os teus gestos. Deixei de apreciar as tuas acções e omissões.
Não te amo menos por já não gostar de ti, tal qual não te amava mais quando de ti gostava. Amar não tem condições, que se preenchem para ser amor. Amar sente-se sem explicação, sem saber porquê e sem pré-requisitos. Amar-te ou deixar de amar-te não foi opção. Gostar ou desgostar não é opção mas uma percepção.
Não gosto de ti, mas porque te amo, gosto que sejas feliz. Não gosto de ti, mas porque te amo, a tua felicidade faz-me feliz. Não gosto de ti e por isso não vivo contigo, mas porque te amo, vives em mim. Não gosto da tua atitude, mas amar-te força-me a ter esta atitude.
Amar-te não foi uma opção, nem me ofereceu alternativa; amar-te foi uma imposição sem variáveis. Amar-te aconteceu-me antes de saber o que me estava a acontecer. O amor encobriu-se, até te descobrir em mim.
Mas já não gosto de ti e é um desgosto de ti já não gostar. Mas amo-te e nem desgosto de te amar. Amar é um gosto que não está sujeito ao gostar.
Talvez um dia volte a gostar de ti, se um dia findar o meu desgostar, se do teu carácter voltar a gostar. 
Gostar de quem se ama, não é amar a dobrar mas é dobrar o gostar.



Paulo Gonçalves Ribeiro

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Coisas minhas...




Costumam dizer que as pessoas boas moram longe.
   É exactamente por morarem longe que elas são melhores.
                          

   A CONVIVÊNCIA É LIXADA!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

E nada mais se acrescenta


"O coração tem quatro cavidades. 
A primeira é só tua, para a tua vida e as tuas coisas. 
A segunda é para a família, os filhos, os amigos que são como irmãos. 
A terceira é para as coisas leves, os disparates que te apetecer fazer, e a quarta é para o que tu quiseres. 
Pode ser para mim, se ambos assim decidirmos. 
Mas tens de pensar bem nisto e ter a certeza, porque está tudo a ser tão bom que há pouca margem para equívocos, percebes o que te estou a dizer, não percebes?"
 
 
[Os milagres acontecem devagar]

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Os americanos levam a palavra SEXY ao extremo

"Considerado o médico mais sexy do mundo pela revista People, Mike Varshavski decidiu usar a sua popularidade para apoiar a instituição de solidariedade que fundou."

Quem desejar candidatar-se ao prémio tem de fazer um donativo à Limitless Tomorrow Foundation, fundada pelo próprio Mike para apoiar jovens estudantes com carências económicas no pagamentos dos seus estudos. O donativo mínimo são 10 dólares (€9), mas quanto mais elevados forem, maior é a possibilidade de conhecer o médico sex symbol.  

O prémio é um jantar em NY num restaurante com estrelas Michelin, e uma noite num hotel de luxo. Resta saber se o médico acompanha o nosso sono.

O rapaz informa ainda que está solteiro, e dá dicas a quem queira ganhar o seu coração: tem de gostar de escalar montanhas.

Tou fora, tenho vertingens...

Agora vamos lá à pergunta que não quer calar:

ISTO É SEXY????

Conheço melhor... bem melhor...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Por vezes a vida do alto da sua sapiência avisa-me...



Não me tentes controlar...

Normalmente eu finjo que não entendo.
Porque sei que o que ela quer de mim é coragem.
E eu faço de conta que sou corajosa.
Mas faço tão bem feito...
Que até ela acredita. 


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

As pessoas esqueceram-se do que é o amor.







Esqueceram-se, ou nunca souberam.
Não deveria ser dito um "amo-te" se não fosse mesmo verdade.
Se o for, deve ser dito muitas vezes.
Dito a quem se ama.
A verdade é que o amor é vulgarizado.
A palavra amor é uma palavra muito gasta e muito usada.
E quando usada, é mal usada.
E o amor é raro, é tão raro...