quinta-feira, 30 de abril de 2015

Desejos



Gosto…de sentir água fria nos pés.  E também no corpo.
É uma questão de hábito.  Os banhos frios.
Às vezes despertam.  Noutros casos são uma autêntica tortura.
Gosto das duas formas.  Desde que tenham sempre água fria.
Não é gelada.  É quase.  No limbo...

Gosto especialmente de não me secar totalmente mas hoje queria que a minha varanda fosse um deserto para poder oferecer as gotas geladas que tenho no corpo à luz da Lua.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

 
 Quem me conhece sabe que não sou de intrigas, gosto de estar no meu canto e não me meto com ninguém. 
Quem me conhece sabe que me dou por inteira a quem merecer a minha amizade.
Quem me conhece sabe que sou honesta, verdadeira, sincera.
Quem me conhece sabe que divido o que tenho com quem precisa, sabe que não posso ver ninguém com fome, sabe que já chorei por não poder ajudar mais.
Quem me conhece sabe que nunca trairia um amigo(a), nem por toda a fortuna do mundo.
Quem me conhece sabe que não gosto de promessas que não podem cumprir, por isso nunca prometo nada, mas normalmente cumpro.
Quem me conhece sabe que sou lamechas, que qualquer filme rasca me faz chorar.
Quem me conhece sabe que adoro brincar, que sou meio palhaça e que isso me faz feliz.
Quem me conhece sabe que não perdoo uma traição.
Quem me conhece sabe que gosto de conversar, que falo até demais, mas que também posso ficar horas em silêncio, sem que isso queira dizer que não me importo.
Quem me conhece sabe que eu me importo.
Quem me conhece sabe que já não tenho pai e que choro todos os dias por ele.
Quem me conhece sabe que sou frontal, que digo o que penso mesmo que isso me traga dissabores.
Quem me conhece descobre-me pelos olhos.
Quem me conhece sabe que detesto carne e adoro peixe.
Quem me conhece sabe que gosto do vermelho, que o verde me irrita e o azul dá-me náuseas.
Quem me conhece sabe disto tudo.
Tu…
Tu não me conheces!...

Memórias...



Faz um ano que nos deixaste mas continuas sempre presente no nosso coração.
Falamos em ti quando vamos a lugares de que gostávamos de visitar juntos.
Pensamos em ti quando temos sucessos, ou quando brindamos a vitórias alcançadas.
Falámos em ti quando tivemos uma última multa...
E rimos... rimos muito, porque nos lembramos daquela vez...
Aquela... em que desafiaste o policia quando resolveste fazer um "quatro" cambaleando...
 Eras e serás sempre uma pessoa muito especial para todos nós.
Fazes-nos falta.
É verdade!
Sentimo-nos tristes por não partilharmos contigo muitos assuntos, mas temos o gosto de ter feito muitas coisas importantes contigo.
Mesmo sentindo a tua falta continuamos a divertir-nos, porque era assim que querias que fosse, porque a vida não acaba para todos, só para alguns, como sempre fazias questão de frisar...
Sabes...continuamos a discutir, e às vezes zangamo-nos mas fazemos logo as pazes como tu sempre fazias.
A tua presença continua tão próxima …
A tua gargalhada sempre tão genuína continua a ecoar nos nossos ouvidos.
Estás aqui... num cantinho especial dos nossos corações.
Porque...
Existem lugares que nunca voltarão a ser preenchidos.
Ficam ocupados por quem lá esteve.
Pertencem a quem deixou recordações.
As memórias preenchem a sua falta.
As recordações ocupam o vazio deixado.

(O teu continua vazio...)


terça-feira, 28 de abril de 2015

Na voz dos outros





"É difícil ir embora... até nos irmos embora. 
Depois é o raio da coisa mais fácil do mundo."




 [Cidades de Papel - John Green]


Dizem que hoje é Dia Mundial do Sorriso...



     "Muita coisa que ontem parecia importante ou  significativa amanhã virará pó no filtro da memória.                               Mas o sorriso... 
     ah... esse resistirá a todas as ciladas do tempo. "



(Caio Fernando Abreu)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Macarons...


Chegaram este fim de semana directamente de Paris...


Adorei... matei algumas saudades...


Chá...conversas... decisões...


Num domingo ao fim do dia...

Fora de prazo

SE EM ALGUM MOMENTO  DA TUA VIDA ALGUÉM TE MAGOOU, FAZ DESSA PESSOA UMA MÚSICA QUE OUVISTE, DANÇASTE E ATÉ GOSTASTE...


MAS HOJE JÁ NÃO TEM SUCESSO.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Meio vazio...



Chego à triste conclusão que sinto falta de alguém...
O copo vai a meio, as gotas que escorrem pelas suas paredes de cada vez que o levo aos lábios deixa um sabor a nostalgia na minha boca.
Só há um copo em cima da mesa... não dois...
O desejo de partilhar este momento chegou assim que bebi o primeiro gole; há prazeres, como este, que devem ser partilhados de quando em vez... sim, porque há dias em que não há melhor companhia que a nossa... contudo, hoje não é um desses dias.
Apetecia-me um ombro, um enrolar de outros dedos nos meus, um olhar, um beijo inocente...
E, para animar este sentimento, oiço ao longe o Paulo Gonzo a cantar os seus Jardins Proibidos - um aperto prende o meu coração...
Quantos jardins já não percorri... mas ainda não descobri o ponto de chegada neste labirinto por onde tem andado a minha alma... e ainda não me perdi naquele recanto aninhada a quem irei deixar que se perca em mim... ou perdi? ou deixei?
Sim, já me perdi e já deixei que se quisessem perder, o que nunca quis foi prender quem nunca se quis encontrar em mim... deixei ir...
Acredito que o que nos está destinado acabará por voltar, ou chegará sem aviso com aquela força que me fará perder novamente...
É certo que cada vez que o mapa é desdobrado e iniciamos a viagem das emoções, não sabemos de antemão onde vamos chegar... certo é que neste monopólio dos sentimentos, ninguém chega à bancarrota porque há muitas formas de amor... o amor romântico, o amor paixão, o amor ternura, o amor amizade...
Porém, neste momento era com o amor romântico que me apetecia dividir este copo de vinho...

Big mistake





"O segundo erro mais comum sobre o amor é a ideia de que dependência é amor. É um conceito errado com o qual os psicoterapeutas se confrontam diariamente. (…) 
Quando precisa de outra pessoa para a sua sobrevivência, é um parasita dessa pessoa. 
Não existe nem escolha nem liberdade na vossa relação. 
É mais uma questão de necessidade do que de amor. 
O amor é um exercício de escolha livre. 

Duas pessoas sentem amor uma pela outra apenas quando são capazes de viver uma sem a outra mas escolhem viver uma com a outra." 


[M. Scott Peck]



Um desejo?



CONSEGUIR TER DE VOLTA TODA A INOCÊNCIA DE CRIANÇA.



E VOLTAR A ACREDITAR QUE OS BALÕES LEVAM RECADOS PARA O CÉU...


quinta-feira, 23 de abril de 2015

Gosto tanto dos vegans...

A sério... gosto mesmo!!!
 
 
Tenho uma amiga assim...
Faz-me discursos improvisados sempre que me apanha a comer um bife.
Fala-me das atrocidades  praticadas nos matadouros.
De tal maneira que fico sentir-me o serial killer das vacas, e normalmente acabo por perder a fome.
Gostei principalmente quando me disse que não come ovos porque estamos a comer potenciais pintinhos...

-E sexo oral fazes?
-Como? Não entendi?
-É que não sei se sabes, mas estás a "comer" potenciais bebés!!
 
Mas o que eu gostei mesmo foi, quando a meio da palestra matou sem dó nem piedade um pobre mosquito que estava pousado no braço...
 
A sério... gosto de gente assim... coerente! 

Conversas...



Amiga - Que fazes quando sentes saudades de alguém?

Eu - Depende... há dias que faço asneiras, outros  faço um cocktail de frutas, hoje por exemplo apetece-me bolo de chocolate...

Amiga - Hã????....


Eu fico em silêncio para não chorar.



[fez 15 anos que o meu pai me deixou...]

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Coisas que me tiram do sério


Pessoas que não sabem o seu lugar e pior, que não respeitam o lugar dos outros.
Que andam sempre de cara emburrada todo o dia só porque acham que as outras têm que ser só amigas delas...
Que não abdicam de uma boa peixeirada no meio da rua mas dizem que não querem armar escândalo...
Pessoas que fazem comentários inconvenientes apenas e só porque nada mais têm a dizer...
Pessoas que pensam, acham e firmemente acreditam que o mundo gira à sua volta...
Pessoas que fazem de tudo um motivo para discutir, para enervar os outros, para nos fazer passar da marmita e gritar...
Pessoas que ainda não descobriram que ninguém é exclusivo de ninguém e que o coração humano é grande o suficiente para albergar quem se sabe dar, quem sabe receber sem nada em troca pedir..
 Sabem do que estou a falar presumo...
 É caso para repetir o que um amigo meu diz:

"Pá, se não a andas a comer, não tens que a aturar".


Mai nada!

terça-feira, 21 de abril de 2015

Constatações

Existem problemas que se combatem no psicólogo
                      Outros há que qualquer ansiolítico resolve
Chorar também costuma resultar...

Já eu prefiro...


Uma boa conversa com uma amiga e sushi... 
É eficaz e resulta sempre!
Sinto-me revigorada :)


O que elas sabem sobre nós...


"Sabem que olhamos para as curvas dos corpos delas nos vestidos e imaginamos o que estará por baixo. Que as vamos descascando: camada a camada. Sonhando com a cor da lingerie que trazem no corpo. Se é vermelha, ou preta. Perdemos minutos a imaginar como será que o corpo se aguenta em toda aquela camisa de forças. Será que as ancas não gritam? Será que os seios não esperneiam?
Assumimos que sim. Elas sabem disso. Quando as deixamos passar à nossa frente, ou lhes damos um jeitinho no meio da multidão, elas sabem que somos cavalheiros da nossa causa, à nossa maneira. Só lhes queremos sentir o perfume, ou procurar um eventual toque no corpo. Um motivo para meter conversa, ou para as apreciar noutros ângulos. Elas sabem disso. Sabem que conquistamos as amigas para as conquistar. Ninguém vence batalhas sozinho. Elas sabem disso. Elas sabem quem são os bons e quem são os maus. (Acreditem!) Apenas optam por escolher os maus mais vezes. Só se acerta uma vez na vida. E elas gostam de gastar as fichas todas de uma vez.
Sabem quando temos alguém. Desconfiam. Desdobram-se em mil. Procuram respostas. Fazem inquéritos. Até que no fim, quando têm a certeza, nos martirizam. Elas sabem quando nos têm na mão. Fazem-se de despercebidas. Fazem-nos julgar invencíveis, os reis do mundo, os sultões dos bares. No entanto, elas sabem e deixam-nos passar por parvos. Elas sabem quando olhamos para outra, enquanto estamos na esplanada a beber café. Apanham-nos no nosso jeito atabalhoado de disfarçar. No auge do excesso de testosterona que nos torna em seres desajeitados. Sabem que fantasiamos com a vizinha, e imaginam que nós a imaginamos connosco no banho, na mesa da cozinha, ou no elevador. Elas sabem, e fazem-nos sofrer por isso: uma dor de cabeça aqui, um dia cansativo ali… Ou então, obrigam-nos a suar a vizinha para fora do nosso corpo. Obrigam-nos a entender o que temos em casa - que vale mais que a vizinha, que a rapariga do café ou que a colega de trabalho. Elas sabem como nos manipular. Sim, elas sabem. Elas sabem como nos domesticar.
Mas também sabem como nos mimar. Sabem quando amuamos. Quando estamos a chocar uma gripe. Ou quando só tivemos mais um dia mau. Sabem quando desesperamos por um beijo. Quando procuramos um pouco de afecto. Elas sabem lidar com os nossos amigos. Sabem como os conquistar. Sabem qual é que era bom para aquela amiga que só tem olho para trastes. Sabem fazer-nos felizes. Sabem como nos deixar à beira de um ataque de nervos. Sabem que botões apertar para despertar um ataque de ciúmes. Sabem como nos obrigar a fazerem-se sentir desejadas. Elas sabem tudo. Sabem até que eu não fiz por mal quando comecei o texto a imaginar as curvas de cada uma delas a desfilarem em lingerie, no meu quarto, ou em qualquer outro lugar. O que elas não sabem é que nós fazemos tudo para acertar. E damos tudo para nunca errar (embora errar seja humano)."


[Pedro Rodrigues]

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Duvidas

Há dias ouvi esta frase...
"O melhor dos burros...
Nunca será como o pior dos cavalos".


… E fiquei a cismar.
ORA, SEREI EU UMA BURRA OU ÉGUA?

Há dias em que me apetece ser a melhor das burras,
outros há, em que só me apetece ser a pior das éguas!!!

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Continuação do post anterior...

Ela: vamos almoçar?
Eu: sim, vamos... 
Ela: no teu ou no meu? (carro)
Eu: No teu, que o meu está na garagem, dá trabalho...

Aproximamo-nos do bólide...

Ela: Porra, malditos pássaros, sujaram o carro todo...
Eu- Deve ter sido o tarado que viste a galopar toda a manhã, tanto sexo deu-lhe a volta ao intestino.

Ela: és mesmo parva!!!
Eu: Tem dias...

Aqui ganha-se pouco...


Mas aprende-se muito...


Apanhei a minha colega muito embevecida à janela...
-Que estás a fazer?
-Olhando os pardais...
-Ah ok... mas porquê???
-Está ali um que já galou umas vinte vezes...
-(WTF) interessante... E?...
-Coitada da bicha
-Coitada de ti, que estás com inveja da "pardala"

epahh a sério... ganha-se pouco, mas aprende-se muito.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

É isso aí...

Decidi seguir a filosofia de um querido amigo...

Que certo dia cheio de razão disse:


Se a Gaga pode, eu também posso !


E chuta p'ra canto... :)

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Na voz dos outros...



Ela tem um rostinho de criança inocente, um sorriso doce, um olhar hipnótico e misterioso.
Mas ela é mais que isso, ela é forte, ela é intensa, ela é profunda.
Ela escreve, ela gosta de ler, ela é inteligente, ela é engraçada, ela é interessante, ela tem opinião.
Ela sabe ser séria, mas também sabe ser palhaça.
Ela é independente, ela é conselheira.
Ela vive em um mundo que não sabe o seu valor.
Ela tem uma paixão exagerada, ela ama de verdade, mas o pior de tudo é que ele não sabe, e se soubesse duvido que se importaria.
Ela está cansada de viver em um mundo que vale mais aparência a conteúdo, um mundo que a fere sem um pingo de dó.
Ela já passou por muita coisa, as cicatrizes físicas e emocionais dela são a prova disso.
Ela sofre e não fala para ninguém. 
Ela quase sempre desiste e começa tudo de novo.
Ela tem esperança.
Ela é guerreira, ela é incomum.
Ela passa por todas as dificuldades da vida sorrindo, porque o que ela aguenta sorrindo, você não aguentaria nem gritando.



 {Gabriella Raires}

Sonhos do caraças...



Estava sozinha numa estrada deserta.
O carro parou sem motivo aparente
Olho em volta... e nada.
O silêncio era desconcertante...
Nem o canto de um pássaro, nem o uivo de um animal, nem o som do vento.
Só as minhas lágrimas pareciam ter vida, brotavam sem parar, e caíam ainda quentes no meu regaço.
Gritei, gritei até perder as forças, mas o meu eco não se fez ouvir.
Estava irremediavelmente só!
Só a estrada continuava ali, inerte, esperando que eu tivesse a coragem de a percorrer a pé.
Mas o meu corpo estava paralisado...
Como se ele soubesse que já não valia a pena continuar e tivesse desistido de tentar.
Como se a minha vida se resumisse a isto:
Eu, um carro e uma estrada desconhecida que eu tinha medo de percorrer.
E... ali fiquei eu... só... à espera do nada!
Depois... acordei!

Hoje ando com um amargo de boca, com o coração apertado, e com uma pergunta que não me sai da cabeça...


E se eu nunca mais conseguir confiar em alguém?

terça-feira, 14 de abril de 2015

Afinal o Murphy também percebia de gajos



Meninas prestem  muita atenção nesta lista de itens 
[... e o Murphy era um gajo que percebia das coisas]

1 - Os homens simpáticos são feios.
2 - Os homens bonitos não são simpáticos.
3 - Os homens bonitos e simpáticos são gays.
4 - Os homens bonitos, simpáticos e heterossexuais estão casados.
5 - Os homens que não são lá muito bonitos, mas são simpáticos, heterossexuais e que não estão casados, não têm dinheiro.
6 - Os homens que não são lá muito bonitos, mas são simpáticos, heterossexuais, não estão casados, mas têm dinheiro, pensam que andamos atrás deles pelo dinheiro.
7 - Os homens bonitos, simpáticos, heterossexuais, mas sem dinheiro, andam atrás do dinheiro da mulher.
8 - Os homens bonitos que não são lá muito simpáticos, mas são heterossexuais e não ligam para o dinheiro, acham que a mulher não é suficientemente bonita.
9 - Os homens bonitos, simpáticos, heterossexuais, não casados, com dinheiro e que acham que somos lindas, são covardes.
10 - Os homens ligeiramente bonitos, algo simpáticos, não casados, com algum dinheiro e, graças a Deus, heterossexuais, que nos acham lindas, são tímidos e nunca dão o primeiro passo.

Agora perguntamos nós:

Será que não há homens só um "tiquinho" perfeitos?
Acho que  podemos concluir que "os homens são como vinho":
Começam como uvas e é dever das mulheres pisá-los e mantê-los no escuro durante longos anos até se tornarem algo que vale a pena apresentar ao jantar.

{não venham já com sete pedras na mão, que não fui eu que escrevi isto, encontrei por aí...

E não estava assinado, nem imagino porquê...}

Mas porque é que eu não nasci brasileira...




Um árabe meteu na cabeça que pretende encontrar 4 mulheres para se casarem com ele . Zayn Zali um bilionário árabe procura então 4 mulheres para se casar e caso elas aceitem ele oferece como contrato do casamento imaginem só 90 milhões de euros a cada uma. Para quem não sabe na cultura árabe é muito normal o noivo pagar um dote pela mão da sua noiva quando a pede em casamento , sendo que neste caso o dote é espectacularmente grande.
Embora pareça fácil o bilionário tem algumas exigências que têm de ser cumpridas que já vão deixar algumas leitoras tristes com certeza pois não cumprem os requisitos. Logo para começar, nós as portuguesas estamos  fora do lote pois ele procura apenas brasileiras , (PARVO) porque segundo ele depois de ter estado no Brasil apaixonou-se pela cultura daquele país. Outra das exigências é que as candidatas têm de ter ciência (MUITA) e aceitar dividir o marido com outras 5 mulheres, já que ele é casado actualmente com 2 . 
Terão também de se adaptar aos costumes da Arábia Saudita e a idade tem de ser entre os 18 e os 45 anos. 

(Só por curiosidade....Quanto tempo demora a pedir nacionalidade brasileira? hã?)


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Dizem que hoje é Dia Internacional do beijo




No beijo não é o toque que desperta, mas o sabor do calor molhado
Não é a aproximação das bocas que incendeia
Mas sim o desejo interior de provar o outro
Não é a tentação de mais um beijo
Mas sim a paixão gulosa do início da história… do amor do momento…

domingo, 12 de abril de 2015

Despedidas

Quem quer sair de uma história, cala-se e vai embora...


Porque as grandes dores são mudas.
E decisões definitivas não se demoram com explicações.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Decisões



Envias-me uma mensagem de bom-dia, diferente todos os dias, e eu não sei o que pensar de ti. 
Assustas-me pela certeza que tenho de que irás estragar tudo, e a culpa é minha, eu sei! 
Tentas agradar-me, ignorar a atenção que não te dou, fazendo-me sentir tão ingrata. 
Mas não posso ser de outra maneira. 
Provavelmente preenches um vazio do qual não me dou conta de toda a sua proporção. 
Provavelmente, irei sentir alguma saudade quando um dia tudo acabar, mas ainda assim…não posso ser de outra maneira. 
As amizades também têm o seu perímetro, e esta jamais poderia ultrapassa-lo, caso contrário seria mais um desencontro. 
E eu não posso com mais um.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Parece que virou moda desafiarem o Lírio...

A Miss Q. ofereceu-me isto...

 
Mas em troca quer que fale sobre mim... 
traste...!!!



11 factos sobre mim


1-  Sou morena nos dias pares (e loira, nos dias ímpares mas isso agora não interessa nada)

2- Tenho 1,78 mts (aumenta conforme o salto)

3- Olhos castanhos (mas era gaja para mudar se pudesse, já me imaginaram de olhos azuis? Não? eu também não) :P

4- Sou Benfiquista (herança do meu pai)

5- Gosto de cinema e ballet (gosto de ver os “gaijos” em collants)

6- Já fui apaixonada por um professor (nunca me deu bola, mas acredito que se arrepende até hoje)

7- Não gosto de café, mas adoro chocolate quente com natas (depois ando ás turras com a balança, mas no fim fazemos um pacto, nem ela se mete comigo, nem eu subo para cima dela)

8- O papagaio da vizinha é apaixonado por mim, mal me vê diz logo "amor, amor" (depois admiram-se do meu estado civil ser encalhada)

9- O meu signo é Leão (desculpa lá Bruno Carvalho, não tive culpa de nascer em Agosto)

10- Opahhh nunca mais chega a 11ª...

11- Posso não ser boa, mas bem lá no fundo sou boa pessoa... (vá agora não aproveitem isto para colocar nos anúncios do CM)



As perguntas da cusca


1 - Quem levarias contigo para uma ilha deserta?
O George Clooney (há que manter a forma,  na impossibilidade levar uma elíptica por falta de energia eléctrica…)

2 - Quem mandarias para uma ilha deserta?
A minha vizinha de cima (ela mais os saltos que me acordam às 6 da manhã)

3 - Quem é, para ti, o melhor comediante de Portugal?
Eu (não concordam? Olhem bem para a minha cara de preocupada)

4 - Despirias a roupa por qual causa?
Pelo aquecimento global do planeta (ahh já fizeram isso? Não faz mal… não perderam nada)

5 - Se tivesses um super-poder, qual seria?
Voar (assim não corria o risco de um maluco qualquer querer suicidar-se comigo dentro do avião)

6 - Com ou sem pêlos?
Depende… eu ou ele? (Eu sem, ele com, em alguns locais específicos.)

7 - O que farias se ganhasses o Euromilhões (Jackpot de mais de 100 milhões)?
Comprava um tasco na Polinésia Francesa e montava uma barraca de pranchas de surf e batidos de côco. (não perguntem porquê, pelo menos uma pessoa que me lê vai perceber)

8 - Quem é o/a gajo/a que merecia o título de "Jeitoso/a de Portugal"?
Tony Carreira ou o Pedro Passos Coelho, agora fiquei indecisa :P

9 - Quem é o/a gajo/a que merecia o título de "Trambolho/a de Portugal"?
Cristiano Ronaldo (epahh não me venham, com cantigas de.. ah e tal o gajo é bonito, é nada! Vão lá ver o gajo antes das plásticas…)

10 - Se tivesses a oportunidade de me conhecer pessoalmente, o que é que me dirias?
Que és mais doida que eu e umas "cositas mas"

11 - Não achas este questionário uma verdadeira merda?
De facto, achei. Mas eu tenho um blog… logo…


* Não vou nomear ninguém. Quem quiser que se sirva...