segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

O grande problema de dar segundas oportunidades é a confiança.



É voltar a confiar em quem nos magoou...
Será isso possível?
Voltar a confiar.
Ou apenas nos estamos a enganar e fingimos que está tudo bem.
Será que deixamos mesmo lá atrás as palavras/actos/ou acções cometidas intencionalmente ou não.
A confiança é como um cristal… quebra com facilidade, e juntar os todos os pedaços é uma missão quase impossível. Fica sempre um espaço, uma lacuna, uma parte que não se recuperou e deixa passar as inseguranças de dores anteriores.
Quando nos magoam matam uma parte nós, é como se nos empurrassem para um abismo, temos a sensação que estamos a mergulhar num vazio sem nexo, achamos que é o fim, por momentos é mesmo o fim…
Para nos protegermos fecha-mo-nos numa espécie de casulo, mas sabemos que um dia temos de reagir da letargia imposta. O problema é que estivemos demasiado tempo entregues a nós próprios a carpir a dor, que quando por fim abrimos os olhos estamos irremediavelmente sós.

E agora… voltamos a confiar?

É que com o passar do tempo nós até conseguimos perdoar o mal que nos fizeram, mas uma coisa é certa.
Esquecer jamais.

5 comentários:

  1. Quando me traem a primeira e a segunda. Nunca mais!

    Beijinhos melados
    Vens?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixas acontecer a segunda?... admiro-te a coragem :)

      beijinhos

      Eliminar
  2. Minha doce Lirio!
    :)
    Não deixes que a estrada que segues seja pavimentada por mágoa!
    Segue outra estrada com mais luz, mais sol, mais calor!

    1 Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podemos seguir a estrada mais iluminada, mas não esquecemos aquela mais escura, certo?

      beijo

      Eliminar
  3. Ás vezes temos mesmoq ue voltar a confiar e dar 2as oportunidades, quanto mais não seja para não nos arrependermos de nada no futuro. Mas... Continuo a acreditar que: "Sometimes giving someone a Second Chance is like giving them an extra bullet for their gun, because they missed you the first time."

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.