quarta-feira, 16 de abril de 2014



Para me julgares, primeiro tens de vestir a minha pela, viver a minha história, sorrir com os meus lábios, chorar o meu pranto, sofrer a minha dor.
Para me julgares, precisas sentir o que eu sinto, tens de entender os meus motivos e aceitar-me como eu me aceito.
Para me julgares, precisas de muito mais que apenas conhecer-me, não te basta saber o meu nome, ou ter escutado a minha voz algumas vezes…
Afinal não vês o mundo da mesma maneira que eu vejo.
Não sentes o vento através da minha pele.
Não te emocionas com o que me faz chorar, não sentes o que eu sinto.
Não tens capacidade para relembrar das minhas dores, os meus momentos, as minhas alegrias, porque simplesmente não as viveste.
Assim sendo não tens o direito de julgar-me pelo que fiz ou deixei de fazer.
Apenas gostava que tivesses o bom senso de me entender e respeitar.
Agradecida, sim?


13 comentários:

  1. Julgo... que tens razão. Agora, julgo que deves dizer isso à pessoa e não a nós.
    Julgo, que nós, julgamos que tu... julgas que nós percebemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo que ficaste um "tantinho"confuso... não?

      Eliminar
  2. é verdade lirio cada um sabe a dor de ser o que é, das suas experiencias de vida e nunca se pode comparar pessoas, dores e situações. é sempre bom colocarmo-nos no lugar do outro e sei que esse exercicio é dificil mas tão importante! tb sei que é dificil lidarmos com os julgamentos muitas vezes injustos e despropositados dos outros.
    Não deixes que nada tire o teu sorriso hoje! bjinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tinha saudades tuas Mel, espero que tenhas voltado de vez :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. É por essas e outras que tenho muita dificuldade em julgar....já me chega o que vivo na minha pele:)

    Bom dia minha linda Flor (Mais uma foto gira...gosto 1000 vezes mais destas mais recentes pá...não fosses marroquina e eu dizia que és como o vinho do porto:) ahahahahahaha:) jinhoooooosssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Humm então como sou marroquina, estou como o chá de menta, não é?
      Ai Suri... ai ai ai... :P
      Obrigada pelo elogio, beijinhos

      Eliminar
  4. Eu "julgo" que o cabelo já está melhor e menos desleixado.

    Julgamentos: até as moscas o fazem aquando da selecção de querem chatear.

    Bjinhos Marroquina !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epahh só falas em cabelo, és cabeleireiro por acaso?

      Beijos rapaz

      Eliminar
  5. Bom dia!

    Não te canses muito com isso, pode chatear mas no fim do dia são "pinars" :p

    E olha que assim estás a julgar quem te está a julgar :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Ursinho, gostei dos "pinars" só tu...
      Eu também julgo, pensavas o quê? Mas cada um fala do que lhe apetece, cabe aos outros queixarem-se de mim :P

      Eliminar
  6. Ora toma e embrulha. Geralmente diz-se que devemos olhar-nos ao espelho antes de julgar outro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo inteiramente contigo Super... olhar ao espelho nunca fez mal a ninguém :)

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.