sexta-feira, 19 de agosto de 2016

É curioso como certas verdades vêm até nós...



 Nem precisamos de nos incomodar a procurá-las! Pode demorar um dia, um mês ou neste caso mais de três anos, mas quando tem de chegar a nós, chega! 
Da maneira mais inesperada por vezes!
O mais curioso, é que na hora da verdade apenas confirmamos suspeitas antigas. Temos nesse momento a certeza de que o nosso instinto e intuição são mais apurados do que nós pensávamos. Porque se assim não fosse, a verdade que hoje chegou até mim tinha provocado um choque, ou espanto. Mas não. Apenas sorri. Sorri como quem bebe um trago de vinho azedo sabendo que agora tenho a garrafa do vinho bom. Sorri sabendo que afinal não me enganei.
E se durante alguns anos fechei os olhos ao que não quis ver, ou mandei calar a voz da minha intuição, fi-lo na certeza de que aquela voz era sem dúvida a voz da razão. Eu já sabia disso. Apenas dei prioridade ao coração.
Hoje tive a confirmação que os meus sentidos não me falham. E cheguei à conclusão que a maioria das vezes, nós sabemos a verdade mas escolhemos ignorá-la. Ainda que durante estes três últimos anos me tenha questionado várias vezes sobre "as verdades" que suspeitava existirem, não foi porque não as soubesse, mas porque queria acreditar que não.
Ouvir. 
Confirmar. 
Ter certeza absoluta da conduta de alguém em relação a nós no passado podia ser doloroso. Podia. Mas eu apenas sorri!
Julgo que diz tudo...

8 comentários:

  1. Tens razão a verdade chega sempre...e em relação a institutos os meus também são fortes...
    infelizmente quando me chegou a verdade fiz um pouco mais que sorrir...mas enfim talvez não tenha essa elegância que tu tens, embora saiba que devia ter...

    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tivesse descoberto na hora talvez não sorrisse, mas como já tinham passado 3 anos... e a pessoa já não fazia parte da minha vida, foi fácil sorrir.

      Eliminar
  2. Eu ainda estou à espera que ela chegue...
    Como dizes, a intuição não engana. Mas do que supostamente sou culpada é que não sei! Mas que fui acusada de algo, isso acho que fui. Ainda bem que tiveste como saber o que aconteceu 3 anos depois de ter acontecido. Por que razão as pessoas são tão cobardes ao ponto de não abordarem e pedirem esclarecimentos à pessoa que vão acabar por vitimizar é um mistério!

    Mas ainda bem para ti... Um vinho azedo a ser tomado todos os dias é uma porcaria. Agora bebes o vinho que escolheres, porque te foi dada a escolha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é mais fácil culpar... porque o mundo é cheio de cobardes... têm medo de enfrentar a verdade.

      Eliminar
  3. A verdade vem sempre ao de cima..tarde ou cedo...! E aos poucos vamos aprendendo a prever e entender muita coisa antes mesmo que ela se revele...é a aprendizagem da vida...não sei se faz de nós melhores pessoas mas por certo evita que soframos ...estou de volta ao meu cantinho...bjs
    Maria

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.