sexta-feira, 9 de junho de 2017

Coisas que dizem por aí e faz todo o sentido...







Apesar de eu acreditar que é pouquíssimo provável amar duas pessoas ao mesmo tempo.
Agora, se pensarmos de uma forma mais alargada não levando aquele love à letra, faz todo o sentido a mensagem do Mr. Depp.
Só quando estamos menos bem com aquilo que temos e não há vontade para melhorar [e atenção que isto é o mais importante!], é que ficamos receptivos a estímulos do exterior.
É já certo e sabido, e infelizmente sentido na pele.

12 comentários:

  1. ui, a quantidade de formas de amor que existe...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se trata de formas de amor... trata-se de outra coisa, com outro nome...

      Eliminar
  2. Amar um já dá uma trabalheira do caraças!!! Dois, Deus me livre! :)

    Pronto back to Suri, eu não digo que esta coisa é de luas?!


    jinhoooossss minha flor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vem como Suri, ou como anónima, não interessa. O que importa é que venhas minha linda :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Entendo-te, aquela coisa irresistível, bom e mal -hihihi
    Mas passa,ah se passa...ou não.
    Meu beijo^.~

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente! Falo por mim :)


    Bjos-espero-te ;-)

    ResponderEliminar
  5. ... pode-se amar váras pessoas ao mesmo tempo... embora sejam tipos de amor diferentes..
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim, mas o amor que o Depp fala não são os amores alternativos, são os amores carnais :)

      beijo

      Eliminar
  6. semântica. se há coisa que aprendi com a idade é que o amor é tudo menos linear e catalogável. não é um sentimento estanque que se pode separar por cada pessoa que amamos como separadas estão duas gavetas - é uma luta constante entre a nossa cabeça, o nosso coração e nos homens por vezes noutras partes do corpo também. e não estou a falar do amor entre irmãos família ou até amigos. falo do amor que (penso) se refere o Depp entre um casal - há bués, de diferentes intensidades e de diferentes intenções, e suponho que é até possível amar mais do que duas pessoas ao mesmo tempo - duas é na boa :) aliás a maior parte das separações começam com um dos elementos do casal a amar mais do que uma pessoa, um bocado como diz o Depp - contudo não concordo com ele, pelo menos totalmente - às vezes o segundo não é o melhor para nós, e nesse sentido devemos agarrar é o primeiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O segundo só é melhor porque... se existe o segundo, é porque o primeiro já não é tão importante assim... certo?

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.