quarta-feira, 27 de novembro de 2013



Se existem pessoas  impulsivas eu sou uma delas, além disso sou sincera e directa. Gosto de todos os pontos nos “is”. E detesto engolir sapos, porque são bastante indigestos e eu sofro de  azia.
Assim sendo quando há confusão, não sou menina de me calar. Não gosto de fingir que nada se passou, aquele singelo gesto de bater nas costinhas e aplicar o bom e velho cinismo não é para mim, porque simplesmente não o tenho, (in)felizmente não possuo essa característica.
E por estas e por outras sou apelidada de mau feitio. E dizem-me que não sei viver.
Enervo-me, esgatanho e faço valer os meus direitos e as minhas ideias de justiça. Eu prefiro assim, sinto-me mais verdadeira, mais fiel a mim mesma, mais pessoa confiável. Sabem o que esperar: se não concordo, não concordo, se me pisam os calos, digo f#d$-se c#r#lh$, se meto a pata na poça, peço desculpa. Não sou perfeita,  mas sou recta e não engano ninguém.
Contudo, e apesar de toda esta minha explicação, há quem ache que eu deveria moderar. Pelos outros a quem se deve vassalagem e por mim que acabo sempre lixada e vista como a apanhada das frontes. Pois que a vassalagem vá mamar na 5ª pata do elefante, mas eu... eu já não sou assim muito fã de patas de elefante, portanto pensei e falei pós meus interiores (não a lingerie, mas os fígados e essas coisas assim laganhentas que tenho cá dentro): menina, então que é assim, ou continuas desta maneira e levas na tola, ou vais à mercearia comprar uma dose de cinismo e mudas(ti) de atitude.
Pratos da balança....
Queridos, mudei a casa.
E pronto, agora tenho uma capa giríssima, sou só risos, abracinhos e beijinhos, ai e tal tá tudo bem, ai e tal por mim perfeito, ai e tal não faz mal se me atropelares, eu até gosto.
E acoplado a isso tenho um eczema numa perna. Se as palavras não me saem pela boca, têm de me sair por algum lado.
Vendo pelo lado positivo, antes um eczema de pele do que macacos no nariz.


10 comentários:

  1. Somos dois, a única diferença neste momento é que espero que o silêncio seja a resposta final para algumas pessoas e isto porque é o desejo delas.

    beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te feches em silêncios Serginho, fala, debate, expôe... a vida é isso, conversar faz parte.

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Num País de baratas, ter coluna vertical é ser doente.

    Estavas de férias quando eu fiz este post:http://umnovobloguenalua.blogspot.pt/2013/11/o-desespero-e-tanto-que-ate-esta-musica.html

    Ontem, mais dois foram fechados numa sala e obrigados a assinar um papel sobre ameaça de despedimento... assinaram, afinal foi uma rescisão por mutuo acordo!!!

    Temos de calar, ou fugir... eu quero fugir, vens?

    Beijinhossss****************
    (PS: gosto da miúda da foto, tens o n.º de tlm dela?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava de férias mas li quando cheguei, sabes que sou muito cusca.
      Queres fugir comigo? Nme sabes onde te metias...

      Ps: claro que tenho, queres? loool

      Eliminar
    2. Eu não disse "casar" disse fugir, no sentido de "colegas de viagem"!! Atrevida, pahhhhh

      Eliminar
  3. Eu com a foto já estava satisfeito.
    Não precisavas de mais nada, mas com o mau feitio...partes a loiça toda.
    Gosto de ovelhas negras e singularidades fora do carril. Quando combinamos café ? :P

    Não levas beijinhos senão ficas com moral a mais - já me excedi... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Satisfazes-te com pouco B.
      Obrigadinha pela parte da ovelha negra, são só elogios e depois ainda arrebatas com um não beijo... muito bom!

      Eliminar
  4. Eu esforço-me muito por trazer essa capa...mas cai-me muitas vezes dos ombros...é muito difícil contrariar a nossa natureza.
    Nasci espontanea, vou morrer espontanea, sincera, de resposta na ponta da lingua e coração ao pé da boca, de rosto e olhos que são o espelho do que me passa no pensamento.
    Tudo o resto são anos a levar no lombo, aprendizagem à bruta, aprender a calar sem querer, engolir em seco para não prejudicar, nem ser prejudicada...mas o que me custa mais é a hipócrisia...fico doente quando tem de ser...mas a vida já me ensinou, que por muito que me custe...tem de der.

    Bom dia minha Flor:)
    jinhoooosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A espontaneidade ainda incomoda muita gente, preferem o cinismo.
      Enfim...

      Beijinhos minha Suri

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.