segunda-feira, 15 de junho de 2015

Mapa de ti...



O meu sítio preferido não é no Porto nem em Lisboa. 
Não é em Paris nem no Rio de Janeiro. 
O meu sítio preferido é aquela curva que vem do teu ombro e vai para a tua barba. 
O meu sítio preferido é onde me encaixo, onde sinto o teu cheiro, onde roço a tua barba e toco a tua pele. 
No meu sítio preferido não chove nem faz sol. 
Não faz frio nem faz calor. 
No meu sítio preferido há poemas no silêncio, silêncio nas palavras. 
O meu sítio preferido és tu em mim e eu em ti. 
Em qualquer lugar.
Até no mar...

11 comentários:

Vá... comenta, não te inibas.