quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Sabes sempre o que dizer...


Disseste-me um dia, daqueles em que ainda não te esquecias de mim. 
Mentira. 
As palavras fogem-me toda a hora. 
(Tiveste um rasgo de sorte, espero que o tenhas guardado bem.) 
Só sei o que dizer quando alguma emoção transborda, depois volto à estaca zero e fico-me pelos pontos finais. 
Algumas reticências, quando corre bem. 
Talvez só não o pareça para quem nada espera ouvir. 
Quem sabe, o segredo seja mesmo esse.
Ainda assim, gostava que tivesses razão.

16 comentários:

  1. Sei que não sou o sortudo a quem tu te referes...
    Mas EU não te esqueço nunca.....nunquinha !!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Comigo tens tido sempre as palavras certas:), não sei se por acaso, envolvem sempre emoção, mas também o que seria da vida se para além dos pontos finais ;) não houvesse os de exclamação ou os de interrogação?!

    :)))))))) jinhoooooossssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que seria da vida sem pontos finais, de exclamação e de interrogação?
      Bem melhor seria a vida pontuada por colcheias, semicolcheias, fusas e semibreves, querida Suri ;-)

      Um ramo de :-)

      Eliminar
    2. Mmmmmm:)))) música para os meus ouvidos:)
      Continua um querido o Sr. Amarelinho:)))))

      jinhooooooooosssss e até um dia destes:)))))))

      Eliminar
    3. Sintam-se à vontade sim? Mi casa, su casa :)

      Eliminar
    4. Muito obrigado pelo acolhimento e hospedagem. Sem dúvida que nos sentimos em casa: eis uma belíssima anfitriã ;-)

      (psssst aqui para nós... muito obrigado, sabes, a Sô Dona Suri agora é uma "sem abrigo"... não tem casa para nos receber... acho que foi da crise... ;-) shiuuuu).

      Eliminar
    5. Sempre podemos iniciar um abaixo-assinado tão em voga hoje em dia, e devolver a tasca à Suri, ela merece... certo?

      Eliminar
    6. ohhhh...tão queridos comigo:) eu nunca serei sem abrigo:) porque o meu cantinho deu-me a possibilidade de encontrar abrigo, carinho e a amizade de 2 ou 3 pessoas que guardarei para o resto da vida no meu coração:) só por isso já tudo valeu a pena.
      Se algum dia eu voltar a abrir a porta de lá de casa:) eu aviso os amigos:) Combinado Sr. Amarelinho? Combinado minha Flor?!:) Obrigada por tudo.

      jinhoooooosssssssss

      Eliminar
  3. Porque por vezes, não se torna necessário dizer nada... basta "ouvir aquilo que não dizes", basta procurar no silêncio das entrelinhas...


    Com um ramo de :-) (sorrisos)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem... alguém que chegou, viu e venceu! Aplausos...

      Eliminar
    2. Veni Vidi Vici ? Mas isso foi o que disse o Júlio César, o GR do Benfica. Boa, aplausos para ele que bem merece ;-)

      Eliminar
  4. Há palavras que devem ser ditas, outras guardadas para o momento certo e há quem banalize as palavras.
    Já fiquei com tanto por dizer, já houve tanto que ainda bem que não o disse, há coisas que devem ir comigo para a cova...
    Podem ser só palavras mas não as devemos subestimar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E com certeza já houveram palavras que não disseste e que te arrependes até hoje... certo?

      Eliminar
    2. Sim, mas tenho quase a certeza que não mudaria o rumo das coisas, seria se calhar mais para descarga de consciência.

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.