quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Já partiste há dois anos...

Mas foi ontem que te fui ver ao hospital.
Foi ontem que me abraçaste com a força de quem queria vencer um inimigo invencível.
Foi ontem que ficamos de mão dada, olhos nos olhos e lágrimas descontroladas.
Foi ontem que te prometi que voltava hoje...
Não me deixaste cumprir a promessa...
Partiste de madrugada, à hora que partem os corajosos.
Dispensaste choros inúteis e palavras sem sentido.
Simplesmente deixaste-te ir...
Levaste contigo o sorriso da tua bebé e o olhar do João, ou seria o olhar da tua bebé e o sorriso do João? Dizias que era tudo igual... pai e filha.
E são mesmo...
A Vitória cresceu, tornou-se uma linda menina.
Já faz o pino, sabias?
O João capta orgulhosamente cada detalhe do crescimento dela, como que à espera que entres a qualquer momento em casa e terá lá tudo para te mostrar.
Depois envia-me as fotos, e eu procuro nelas a tua presença.
Mas não te encontro...
Apenas a meiguice a denuncia, e é quando ela me abraça que te volto a encontrar.
Sabes Maria? Aquela treta de que o tempo cura tudo, é mentira... 
O tempo não cura, apenas ameniza a dor, torna-a mais suportável.

Até um dia...

 Cuida da minha mãe!
 

4 comentários:

  1. O tempo não cura mesmo tudo. Há dores que, como dizes, se tornam mais fáceis de suportar, mas moem, continuam cá dentro.

    ResponderEliminar
  2. Copiei do ano passado.... que eu achara lindo:
    "Um dia… tenho a certeza que ainda nos encontraremos para lá da linha do horizonte, naquele local especial onde só vai quem amou muito. Descansa em paz minha amiga! Não te posso prometer que não vou chorar, mas prometo que vou tentar sorrir, como tu sempre fazias."
    Uma amiga como tu, ó Lirinho docinho de delícia, é algo para se guardar dentro do peito....
    Ela cuidará sim de tua mãe... embora eu ache que tua mãe é quem pode cuidar dela....

    ResponderEliminar
  3. Fónix... tu queres parar de me inundares os olhos, se fazes o favor?... ai a gaita...

    ResponderEliminar
  4. Lindo.
    E dispensam-se mais palavras.

    Boas festas.

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.