quinta-feira, 1 de agosto de 2013


Sinto um aperto dentro de mim...E não sei explicar porquê... ou sei??
Detesto sentir-me assim, nunca acaba bem, é verdade.
Ou pelo menos não acaba bem no imediato (ou seja, choradeira pela certa, bato dez vezes com a cabeça na parede enquanto digo, em voz alta "burra, burra, burra").
Questiono-me se quero deixar renascer aquele sentimento que me bloqueia tantas vezes...

NÃO NÃO E NÃO!

3 comentários:

  1. Já te disse para não usares espartilhos... depois sentes-te assim...

    Agora a sério, minha burrinha selvegem...se precisares de ajuda para te bater com algo na cabeça, em vez de bateres com a cabeça na parede, cá estou...com o Atlântico a meio, é certo, mas tenho pontaria!

    Beijos e força

    ResponderEliminar
  2. Ah ah...já venho direitinha para aqui...sem "autorizações prévias".

    ResponderEliminar
  3. Vá Lírio não guardes nada na cabeça ..Faz delete ou então reinicia, mas não olhes para trás . O que fizeres está bem feito de certeza.

    Bater com a cabeça é que nem pensar, porque essa cabecinha é bonita demais para sofrer danos. Estendo a minha mão e o sorriso que trago é para te dar força, e para levantar essa cabeça! Acredito que os Lírios selvagens são tenazes! :)

    Beijinho

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.