segunda-feira, 17 de agosto de 2015

A Vida não é fácil...



Não é não!

Se a vida fosse fácil, não se chamava só vida, chamar-se-ia:
Mulher da vida.

Hoje estou assim, dividida, entre as interrogações de Alberto Caeiro e as Putas da Avenida de Assis Pacheco.

Ninguém entende nada “né”?

Não liguem, o calor baralha-me os tecos...

3 comentários:

  1. Que esses tecos deixem de estar baralhados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. acredita que a vida não é fácil ... (e eu sei que sabes disso)

    bj doce

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.