quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Qualquer dia emigro...

Ou mudo de emprego, ou ambos... sei lá...
Ando cansada...
Os dias parecem não ter fim, ou serão os turnos prolongados que  fazem parecer que os dias têm muitas mais horas.

As injustiças perseguem-me, vejo passar tanta merd@ na minha frente que já não consigo separar o trigo do joio.
Por muito que me esforce, não consigo ajudar todos, e a sensação de impotência desgasta-me.
Estou saturada!
E a merda do tempo também não ajuda...


 

7 comentários:

  1. Não és a Madre Teresa, não tens que ajudar todos.
    Calma mulher!
    First things first.

    ResponderEliminar
  2. Força!
    Mando-te daqui um abraço e um beijo :)

    ResponderEliminar
  3. Estamos na mesma onda...o tempo não ajuda mesmo....e tu estás na terra do sol...imagina se tivesses passado um "verão" como o meu: Frio e chuva aconteceram em todos os meses de..."verão". Ontem mudei as gavetas das miúdas para os pijamas de Inverno e fui buscar as botas...
    A falta de animo que me trás o vento e a chuva ajuda muito a ver tudo negro.
    Trabalhar "para aquecer" vai desgastando, a mim mata-me todos os dias um bocadinho. Por isso vou dizer como na publicidade "sei bem o que isso é! " sei bem amiga...

    jinhooooooossssss

    ResponderEliminar
  4. Não é das noitadas, mas da falta de enfermeiros e a consequente sobrecarga dos que trabalham nas unidade de cuidados de saúde.

    ResponderEliminar
  5. Hummmm... queres meu endereço????
    Dou casa, comida, roupa lavada, mimos, carinhos, docinhos, canto, costuro e faço amor todo dia o dia todo...
    É pegar ou largar!!!!

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.