sábado, 31 de janeiro de 2015




Gosto de mimos secretos… daqueles que… cada toque… cada olhar… cada gesto e cada sussurro… têm uma história, um passado, um momento….…



23 comentários:

  1. E quem é que não gosta? :)
    Beijinhos,
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  2. E a menina está a precisar desses mimos?

    ResponderEliminar
  3. Pois não é que o grande desafio que nós homens deveríamos tomar é descobrir cada olhar, cada ponto de sedução no corpo, cada mimo que a mulher gosta...
    Por exemplo, algo fora do comum... beijar os ombros, acariciar o corpo da mulher com o olhar e com os olhos das pontas dos dedos... ouvi-la, acatá-la...
    Ahhhh o amor pode ser imortal...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mortal Senhorita Lírio ... ele "não pode" ser mortal...
      O amor É mortal...

      Eliminar
  4. Confesso que também gosto. O secreto é o mais desejado nem que seja perante o ... imaginário
    Deixo cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O imaginário tem capacidades inconfessáveis. ..
      bem vindo Rick

      Eliminar
  5. Oiço a cor do teu sorriso.
    Saboreio o delicioso sabor da tua voz.
    Vejo o doce aroma do teu corpo.
    Cheiro a calidez e a macieza da tua pele.
    Toco a textura do sabor da tua boca.
    Misturam-se-me os sentidos.
    Ouço, saboreio, vejo, cheiro, toco, percebo, sinto e pressinto as lembranças, os esquecimentos; enfim, tudo o que não vivemos.

    ResponderEliminar
  6. Quem não aprecia tais carícias?
    Aquele quase toque que nos tortura até que conseguimos torná-lo real, aquele roçar da mão pelas costas que nos acende mesmo sendo desinteressado e sem intenção de nos provocar arrepios...
    Aquele beijo contido que damos em público que contém promessas escondidas e anseios de chegar a casa.

    Beijinhos, querida
    R&A

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele gostinho do quero mais... Sensibilidade à flor da pele. Beijos😊

      Eliminar
  7. Eu também gostava, acho eu...

    Beijos

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.