terça-feira, 27 de janeiro de 2015


 
(Qualquer semelhança entre a foto e o texto é pura coincidência)



Estou só, nesta imensa praia Africana...
Rodopio, salto, danço...
Ao som do mar e ao compasso sensual das ondas, a água que molha meus pés é morna,
assim como a música que ouço lá ao fundo...
Sinto um corpo a envolver-me, forte, firme, cor de ébano...
Pega em minha mão e faz-me rodopiar, fico de frente para ele, e os olhos grandes e negros que me olham, são os mais lindos que já vi...
A sua boca semi aberta deixa adivinhar um sorriso tão meigo, que me deixou encantada!
Fiquei enfeitiçada, por este jovem príncipe africano!
Quando seus lábios, tocaram levemente a minha pele, eu não tive mais dúvidas...
O paraíso existe!
Delicadamente, as suas mãos começaram a deslizar, explorando cada milímetro do meu corpo, vigorosas, meigas, quentes...
Tão quentes como esta noite...
Tão quentes como a África...
Desnuda meu corpo e minha alma, e eu entrego-me sem resistência...
Nossos corpos movimentam-se ao som do mar, e ao ritmo da "Morna", que se ouve lá ao fundo...
Naquele momento, somos só dois seres unidos no desejo, que nos incendeia por dentro...
Dois amantes, sem idade, sem nacionalidade, sem cor!...
Ali, naquela praia...
Naquela noite...
Existiu paixão...
Fez-se Amor!

Lírio 2008

6 comentários:

Vá... comenta, não te inibas.