quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Na voz dos outros


A criança que fui chora na estrada. 
Deixei-a ali quando vim ser quem sou. 
Mas hoje, vendo que o que sou é nada, quero ir buscar quem fui onde ficou.
                                                                                                                                


                                                                                                                                 Fernando Pessoa

2 comentários:

  1. Bem bonito. Se pudessemos muitas vezes íamos buscar.

    ResponderEliminar
  2. Impossível!!
    Eis a grande tristeza da vida... a volta ao tempo passado é impossível... que a menina que tu foste, te ajude a ser uma adulta feliz....

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.