sexta-feira, 29 de abril de 2016

A solidão é tramada




Principalmente quando a sentimos dentro do peito. 
Podemos estar rodeados de barulho e pessoas a toda a hora e sentimo-nos invadidos por um sentimento de vazio.
É como se as vozes, os passos e os olhares fossem sombras esbatidas a passar a 100km/h que nem dessem pela nossa presença.
Sentimo-nos invisíveis e dispensáveis para o Mundo. 
Achamos que merecemos mais do que isto. 
Achamos que merecemos ser vistos e tratados como iguais. 
Mas depois pensamos: E se não merecemos? 
E se realmente valemos tão pouco que é preferível olhar no sentido oposto ao nosso?
Hoje senti-me só. 
E mais uma vez achei horrendo, uma seca. 
Contudo, se pensarmos bem, mais vale só do que mal acompanhada...

8 comentários:

Vá... comenta, não te inibas.