segunda-feira, 22 de maio de 2017

Existem experiências que vivemos que deixam um travo amargo na boca...





Ou porque ficou alguma coisa por dizer, por fazer ou falamos mais do que devíamos ou fizemos o que achávamos que não devíamos ter feito.
Depois vem aquela sensação de que afinal as coisas tinham que ser assim, e vais interiorizando este pensamento, este sentimento.
O que pode começar com o conformismo, passa para uma quase certeza, e moras ali... devagar, ao sabor do vento até que ele sopra um dia de tal forma forte que se varre de dentro de ti.
E é quando sentes que tudo está no seu lugar, que não poderia ser de outra maneira, que de facto tinhas que passar tudo aquilo, que sentes paz interior.
E nem uma tentativa de contacto disfarçada de preocupação abala essa certeza.

4 comentários:

  1. Desgosto de amor ou pensamento profundo de negação?

    Bom dia

    ResponderEliminar
  2. Se foi... é porque tinha de ir...
    Agora doi
    Agora revolta
    depois passa e tu percebes que foi pq tinha de ser
    Um beijo minha doce Flor

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.