quinta-feira, 9 de março de 2017

Coisas minhas devidamente arrumadas






Percebemos que deixámos de amar alguém quando essa pessoa passa a ser indiferente ao nosso olhar...
quando olhamos para essa pessoa e já não sentimos absolutamente nada, nem uma réstia de amor, nem carinho, nem ódio, nem mágoa, nem rancor...apenas não sentimos...
mesmo vendo essa pessoa com uma outra pessoa a seu lado, não sentimos nada, aliás, até lhe desejamos o melhor, que seja feliz e que tenha tudo de bom... É uma sensação estranha... 
Fica a certeza de que, aos poucos, o passado começa a ficar arrumado de vez nas devidas gavetas...

8 comentários:

  1. Adorei... cada palavra...
    Assino por baixo.

    Beijão.

    ResponderEliminar
  2. Tudo arrumadinho?
    então siga para bingo.

    beijito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entra na pista como dizem os brasucas.. ehehehh
      bj

      Eliminar
  3. Ah! Então aí pode ter a certeza de que esse amor já foi













    É isso mesmo!
    O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença.
    Um excelente fim-de-semana



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso mesmo... o ódio é um sentimento, a indiferença não.

      Eliminar
  4. é o que tenho mais medo na vida...voltar a ser assim...nada sentir, não deixar que nada me comova ou me toque cá dentro...mas este ser de 8 ou 80....


    bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é ficarmos frios em relação a tudo, é seleccionar o que não queremos :)

      Bom dia

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.