terça-feira, 24 de novembro de 2015

Geograficamente falando... (tem tudo a ver com duches D. Nina)




 (aviso já que a moça boa e sexy da foto não sou eu, não venham já insultar-me, sim?)

Oito e meia da noite, 15 graus a aquecer o ambiente, chegámos ao balneário do ginásio depois de 50 minutos a tentar domar a bola, diga-se, enorme, prontas a relaxar.
Eis que somos então presenteadas com uma aula de geografia à borla.
Que é que pensam, isto não é para qualquer um... E dada a qualidade do espaço, outra coisa não seria de esperar.
Duas miúdas com os seus 20 e poucos anos conversavam animadamente, alto e bom som, com o seu tom meloso e arrastado, qual imitação rasca de tia de Cascais (sim, porque aqui é província mesmo).
E se a melodia que se fazia ouvir já nos punha os nervos em franja, então o teor da conversa era de bradar aos céus.
Vira-se uma para a outra e diz:

- Mas inscreveste-te em quê?
- Nem sei, estava lá afixado na secretaria.
- Mas isso era o mestrado.
- Ai era, não reparei...então e tu não te inscreves?
- Eu quero ir embora daqui, quero ir para fora, para o estrangeiro.
- Mas estás a pensar em que países?
-  Nem sei, tipo Alemanha ou Barcelona, sabes que eu gosto muito de Barcelona...
(primeira lição de geografia)!
- Há também um país, Bruxelas, lá para as comunidades europeias, onde também há lá umas coisas...
(segunda lição de geografia)!
- Ah....
(terceira lição de geografia)!

(mudança de assunto)

- Sabes, comprei a Happy de Dezembro e marquei aquilo
(ainda não sabíamos o que era aquilo mas estávamos desejosas, será que seria naquele país chamado Dubrovnik, lá para as comunidades europeias???)
- Ai foi, e para onde?
- Reservei um fim-se-semana, com 50% de desconto no Vila Galé.
(forreta pá...)
E vais com ele?
- Sim, no dia dos namorados..


E eis que o dito, talvez por pressentir que estavam a falar dele, telefona.
Bem, a conversa mudou de tom... a miúda parece que ia derreter tal e qual um torrão de açúcar acabado de mergulhar num copo de leite...
Olhámos uma para a outra e antes que desatássemos a rir, tamanha era a vontade, fomos refugiar-nos nos duches...
É que nunca vimos tanta burrice junta por metro quadrado.
E é com tamanha sapiência que as futuras gerações pretendem tirar o nosso país da cauda da Europa... acho que também vamos para o estrangeiro ;)
Mas, e que país escolher?

9 comentários:

  1. As estadias nos balneários dos ginásios são sempre muito produtivas. Quando fazia natação divertia-me a ouvir as velhotas.

    ResponderEliminar
  2. Arranja um mapa da Europa e mete no balneário, assim como quem não quer a coisa.

    ResponderEliminar
  3. Opá! Só no meu é que não há "pérolas" destas! Estou tristíssima ... frequento um ginásio com um duche cheio de falhas! :)

    ResponderEliminar
  4. LOLOLOL o que eu me ri com isto...! Obrigada Lírio! :D

    ResponderEliminar
  5. Neste momento, há que evitar países como Bruxelas e Paris, é capaz de ser um bocadinho perigoso... serão elas primas do Paulo Fonseca?! :P

    ResponderEliminar

Vá... comenta, não te inibas.