sexta-feira, 1 de maio de 2015

Inércia... (e não, não é a do BES)



"Quando é que combinamos alguma coisa?"
"Queres ir beber um cafezinho?"
"Vamos sair?"

As solicitações repetem-se. De diferentes caras. De diferentes números no visor do telefone. De diferentes nomes. Alguns convites, vá. Não sejamos convencidas, que isso de poder mostrar que se tem uma forte auto-estima, sem parecer mal, é exclusivo do sexo masculino (leia-se com um forte tom irónico). Adiante. São, pelo menos, convites e solicitações suficientes para poder escolher! ......se tivesse vontade, claro. Mas há uma dormência, um desinteresse e um desencanto em mim que me prende. Que me enfastia e me faz querer fugir. Não há, obviamente, nada de errado com os cavalheiros que pedem um pouco da minha atenção. Absolutamente nada de errado. O problema reside em mim. Tenho nos olhos um filtro que tudo (quase tudo...) me faz parecer banal. Tenho no corpo marcas de um fogo improvável de superar. Não há nada de errado com os outros. Sou eu. E eu, sei da minha maleita mas não sei o que fazer comigo. 
O tempo, talvez. 
Talvez esse saiba. 
Talvez esse ajude....

8 comentários:

  1. Por essas bandas a 'coisa' não está grande coisa:(

    ResponderEliminar
  2. És muito bonita, inteligente, sedutora, simpática... estavas à espera de quê?
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De um convite para jantar no Porto!
      loolllll
      Como foi? Recomendas?

      Eliminar

Vá... comenta, não te inibas.